Logo branco.png

BLOG

  • LOG2

Jadlog expande no Nordeste

Atualizado: 22 de Out de 2020


Nos últimos anos, devido ao aumento no número de consumidores no mercado nordestino e a diversidade de empresas que migraram suas atividades, a região Nordeste apresenta um cenário positivo para os serviços de integração logística. Por isso, os holofotes da Jadlog, uma das maiores empresas de movimentações de cargas expressas fracionadas do Brasil e uma das principais operadoras logísticas do e-commerce, já estavam voltados ao Nordeste há algum tempo. A decisão de investir foi tomada em função da recente conquista de contratos com grandes embarcadores que já possuem Centros de Distribuição em cidades nordestinas.

A empresa acaba de estruturar uma malha rodoviária exclusiva para o Nordeste brasileiro, e iniciou recentemente uma operação totalmente dedicada aos Estados da região, o que vai permitir a redução de prazos e ainda mais qualidade nas coletas e entregas.

As filiais de Salvador e de Recife, recentemente ampliadas fisicamente e em número de colaboradores, passaram por processos de mecanização e modernização e tornam-se agora os Hubs nordestinos da Jadlog. Ambas irão operar com as mais de 30 franquias locais e a filial de Fortaleza que compõem a capilaridade da empresa no Nordeste. A Jadlog ainda vai contar com dezenas de caminhões interligando as cidades nordestinas neste projeto, que está movimentando mais de R$ 8 milhões em investimentos.

"O Nordeste tem um enorme potencial de negócios e agora estaremos com toda uma infraestrutura dedicada para atender embarcadores de todos os tamanhos com mais proximidade, qualidade e prazos de entregas mais curtos para a região", explica Bruno Tortorello, CEO da Jadlog.

Segundo ele, com a operação nordestina, a triagem de todas as cargas, que costumada ser feita no Hub de São Paulo, às margens da Rodovia Anhanguera, passa a ser realizada nos novos Hubs nordestinos, sem a necessidade de grandes deslocamentos para outras regiões do País.

Com a nova malha interligando todas as capitais e polos econômicos dos estados, os prazos de entregas da região Nordeste, anteriormente em torno de uma semana, devem cair pela metade, e, em alguns casos, passar a ser de um até três dias.

2 visualizações0 comentário