Logo branco.png

BLOG

  • annakarina0

LOGÍSTICA: ROTEIRIZAÇÃO E GESTÃO DE FROTAS AUMENTAM A LUCRATIVIDADE EM ATÉ 18%





Acompanhando as dificuldades enfrentadas pelo mundo nos últimos anos, o cenário empresarial também vem sofrendo mudanças impactantes em diversos segmentos. Isso ocorre principalmente porque é necessário que as empresas encontrem alternativas para manterem-se lucrativas, mesmo em meio a um período extenso de instabilidade. Com o aumento das despesas operacionais, muitas empresas estão recorrendo à introdução de soluções tecnológicas que possam reduzir custos e otimizar tarefas. E um grande exemplo disso está presente nas empresas que dependem de uma operação logística para rodar, e que vem sendo fortemente impactado pela alta no preço dos combustíveis, além de outros gastos.


Segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustível), o preço do diesel foi o que mais subiu no primeiro quadrimestre de 2022, chegando a atingir a média de R$ 6,744 por litro na segunda semana de maio. Outros custos logísticos, como gastos com transporte, estoque, armazenagem e serviços administrativos também impactam no negócio. Segundo a Confederação Nacional de Transportes (CNT), esses gastos consomem mais de 12% do PIB do país.


Com tantas altas nas despesas, é necessário achar saídas que minimizem os gastos e ajudem a manter ou aumentar a margens de lucro. Diante desse cenário, investir em processos de roteirização é uma saída estratégica.


Estratégias

Uma das alternativas das empresas para lidar com essa alta nos preços dos combustíveis e demais gastos é aderir à um processo tecnológico de roteirização, que nada mais é do que o planejar o transporte em um sistema 100% em nuvem, onde a automatização de processos torna mais eficientes questões, como a escolha do veículo, da rota e até do motorista. Além disso, proporciona o controle total das operações de coletas e entregas, fretes e expedições de cargas.


Outro diferencial é planejar automaticamente e estrategicamente as rotas por regiões, considerando o menor custo possível e as regras, restrições e particularidades de cada atividade. O resultado é a redução de distâncias e do tempo do uso de veículos em operações de transporte e distribuição. Além disso, processos automatizados facilitam o controle de comprovantes de entrega de maneira dinâmica na operação, disponibilizando os dados de rastreamento dos pedidos ao cliente final de forma rápida e eficiente.


O impacto do valor do combustível nas despesas de logística reforça a necessidade da implantação de roteiros automatizados. Embora ainda exista um certo desconforto e medo em relação a este investimento, o que se percebe na prática é que este tipo de tecnologia reduz o custo de 5% a 10% depende do como a empresa faz planejamento das entregas. Isso porque a automatização dos processos também permite ao empresário aumentar o fluxo de entregas, o que impacta positivamente seu fluxo de caixa e suas margens. O uso do sistema de Gestão de Frotas contribui aproximadamente com 8% de redução de custo no km rodado através de controles como abastecimentos, pneus, manutenções preventivas e corretivas. Já o sistema de Gestão de Frotas somado a Roteirização pode gerar uma redução de custos ainda maior, algo entre 12% a 18% podendo variar de empresa para empresa.


Em tempos de constantes mudanças, manter-se competitivo é vital para manutenção e expansão de negócios de sucesso. Isso vale para todos os segmentos, em especial os que usam logística na sua operação. É para isso que as empresas estão cada vez mais atentas aos movimentos de transformação digital, porque processos alinhados às soluções digitais trazem maior inteligência e lucratividade para o negócio. Crédito da imagem: Senior Sistemas

7 visualizações0 comentário