Logo branco.png

BLOG

  • annakarina0

Maersk prevê crescimento do comércio mundial entre 5% e 7%

O crescimento do volume de exportação da China para os Estados Unidos da América (EUA) deve impulsionar o comércio global em 2021, de acordo com A.P. Moller-Maersk, uma das maiores empresas de logística do mundo.


A Maersk prevê que o comércio global de contêineres deve aumentar entre 5% e 7% em 2021, a medida em que os consumidores mudam suas demandas, priorizando a compra de bens de consumo em vez de serviços. Para o mercado brasileiro de comércio de contêiner, a Maersk prevê um aumento de 5% no volume total de importação e exportação, em decorrência do aumento das exportações. Isso ocorre neste ano, momento em que a empresa de logística está buscando oportunidades de crescimento orgânico e não orgânico no Brasil.


"Nunca a logística teve um papel tão importante na sociedade como agora. Nestes tempos difíceis, o transporte de mercadorias não pode parar. A atual situação excepcional do mercado deve continuar até o final do ano, uma vez que os consumidores afetados pela pandemia estão optando por comprar mais produtos do que antes, em vez de gastar tempo e dinheiro em serviços como frequentar restaurantes ou viajar a turismo", disse Julian Thomas, chefe da Maersk East Coast América do Sul(Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai). "Para o Brasil, vemos as exportações impulsionando o crescimento do volume de comércio este ano, em especial a demanda por alimentos e produtos básicos como café, algodão, resina, papel e madeira", acrescenta.


"Em 2021, vemos um crescimento de dois dígitos em nossos negócios no Brasil, por isso começamos a contratar e fortalecer nossas equipes de vendas à medida em que continuamos a aprofundar nossa oferta de serviços e logística terrestre no Brasil. Também estamos atentos a novas oportunidades de investimento ", diz Thomas. Desde 2010, a Maersk investiu mais de US$ 7 bilhões no Brasil. Crédito da imagem: Divulgação

0 visualização0 comentário