Logo branco.png

BLOG

  • annakarina0

Startup de logística projeta crescimento de 180% em 2021


Segundo a Confederação Nacional de Transportes (CNT), o custo logístico (soma dos gastos com transporte, estoque, armazenagem e serviços administrativos) consome 12,7% do PIB do Brasil. Em todo o mundo, são perdidos mais de US$ 80 bilhões devido a ineficiências logísticas. Soluções e projetos que possam reduzir esses custos são essenciais para o bom desempenho do segmento.


Diante disso, a Trackage, startup de otimização logística, deve superar a marca de R$ 5 milhões de faturamento e conta com um crescimento anual registrado de 180%. Com tecnologia de ponta, a startup traz resultados rápidos na redução de custos e aumento de receita.


Resultados para a logística


Com o aumento do consumo online durante a quarentena, a Trackage chegou a monitorar 15 milhões de volumes em centros de distribuição de clientes. Com processos automáticos de controle, agilizou os percursos de 3 mil motoristas de transportadoras, reduziu o contato físico entre colaboradores e conquistou clientes como Whirlpool, Braskem e L'Oreal. Com esse trabalho, a startup vem se tornando uma das principais referências no mercado para a chamada Indústria 4.0.


O fundador e CEO da empresa, Victor Hugo Moreira, ressalta a importância da aproximação com clientes que em pouco tempo se tornaram parceiros. "Empresas como a 3M e a DHL entenderam nossa proposta de valor e trabalhamos juntos para resolver necessidades reais. Suas operações de pátio digital em funcionamento hoje se tornaram uma grande vitrine para a Trackage".


Segundo o CEO, qualquer empresa que gerencie uma operação logística pode usar a tecnologia da Trackage pagando uma taxa mensal de acordo com o volume da produção. Com soluções de monitoramento de ativos e gestão de pátio, armazenamento e transporte, a startup atende empresas que vão da mineração a produtos de consumo, incluindo transportadoras e o setor automotivo. Matéria desenvolvida com informações Trackage. Crédito da imagem: FREEPIK




2 visualizações0 comentário