Logo branco.png

BLOG

  • annakarina0

Startup simplifica a venda de cotas de consórcio


O consórcio é uma alternativa para a construção de patrimônio, assim como automóveis, imóveis, caminhões, entre outros. Infelizmente, a maioria dos consorciados não consegue manter suas parcelas em dia ao longo de toda a jornada do consórcio.


A startup Consorciei surgiu para ajudar consorciados desistentes a venderem seus consórcios de forma rápida e 100% digital. Criada em 2018, a empresa possui parceria com algumas das maiores administradoras de consórcios do Brasil, atingindo 25% do mercado, entre elas, Itaú, Santander, Porto Seguro, Magalu, Randon e já facilitou mais de R$175 milhões em transações em sua plataforma para milhares de clientes satisfeitos.


A startup foi fundada por Alexandre Caliman, João Prado e Pedro Lima, três amigos que vieram do mercado financeiro e tiveram passagem pela BRF. Em dois anos, construíram uma plataforma que conecta vendedores e compradores de consórcios que ajuda a resolver uma dor que atinge milhões de brasileiros. "Um dos grandes desafios enfrentados por consorciados e pelas administradoras de consórcios é o alto índice de desistência. Em 2020, a Consorciei ajudou mais de 5 mil consorciados e injetou mais de R$ 100 milhões no mercado, gerando liquidez num momento crítico.


As pessoas, ao aderirem a um grupo de consórcio, se comprometem a pagar parcelas mensais durante anos, mas muitas vezes, devido a mudanças de planos ou dificuldades financeiras, não conseguem cumprir com o objetivo. Nesse caso, procuram alternativas para não perder o valor investido, entre elas a venda da cota de consórcio", avalia João Prado, diretor da Consorciei. Ainda segundo o executivo, até a entrada da startup no mercado, a principal alternativa para quem desejava vender a sua cota de consórcio era o mercado informal.


Para receber uma proposta, o consorciado deve primeiramente preencher o formulário no site da Consorciei (www.consorciei.com.br), as informações são validadas, o algoritmo de precificação da startup gera um preço pela cota de consórcio, o cliente então visualiza a proposta e assina os documentos de forma 100% online. Com isso, a empresa realiza o pagamento em pouquíssimos dias, sem nenhuma burocracia para o cliente. "O foco está sempre no nosso cliente. Queremos garantir que a cota de consórcio se transforme em algo com significado real na vida das pessoas", comenta Prado. Crédito da imagem: Freepik

7 visualizações0 comentário